Retroespetiva de Budapeste

Budapeste é o berço da Red Bull Air Race. Aqui fica um resumo das últimas 10 corridas

Matthias Dolderer venceu no ano passado

Nas vésperas do regresso a Budapeste, o que acontece pela 11ª vez na história, fazemos uma retrospetiva das edições anteriores. Esta é uma das corridas mais icónicas da Red Bull Air Race, o berço do mundial e um dos locais onde o entusiasmo do público se sente mais. Aqui fica um olhar sobre as corridas passadas...


2003

A primeira corrida da Red Bull Air Race em Budapeste foi também a segunda da história da competição. Foi disputada a partir do aeroporto de Tököl, situado nos arredores da cidade. Peter Besenyei, piloto muito ligado ao nascimento do circuito, venceu – juntando assim a sua primeira vitória em casa ao título.

Besenyei a caminho da vitória em 2003

2004

Este ano assinala a primeira corrida disputada sobre as águas do Danúbio, que acabaria por se transformar num dos cenários mais icónicos do calendário. Foi a corrida do meio, numa época com apenas três provas, com Kirby Chambliss a bater Klaus Schrodt (2º) e Besenyei (3º).

Chambliss foi o primeiro piloto a vencer sobre as águas do Danúbio

2005

Mike Mangold alcançou em Budapeste a sua quarta vitória da época. Depois acabou por levar o título, encerrando o ano com mais um primeiro lugar na corrida final de São Francisco. Na luta sobre o Danúbio, Mangold relegou o seu compatriota Chambliss para o segundo lugar e Paul Bonhomme para terceiro.

Mike Mangold alcançou a sua primeira vitória em Budapeste em 2005

2006

Kirby Chambliss sagrou-se Campeão do Mundo deste ano, mas aqui nem chegou sequer ao pódio. Os três primeiros lugares foram ocupados, respetivamente, pelo piloto britânico – e atual Diretor Desportivo – Steve Jones, por Paul Bonhomme e pelo norte-americano Mike Mangold.

O atual Diretor da Corrida Steve Jones venceu em 2006

2007

Mike Mangold voltou a vencer, no caminho para o seu segundo título de Campeão do Mundo. Chambliss foi segundo e Bonhomme terceiro. A corrida revelou-se mesmo determinante para a classificação geral. Esta foi a última vitória da época de Mangold, que chegou à derradeira corrida com os mesmos 47 pontos de Bonhomme. O norte-americano acabou por levar a melhor e foi Campeão pela segunda vez na sua carreira.

Mangold a caminho da sua segunda vitória em Budapeste

2008

Depois de se ter estreado em 2007, Hannes Arch começou este ano ao mais alto nível. Budapeste correspondeu à sétima etapa da competição (de nove etapas). Até aqui Arch já tinha chegado por quatro vezes ao pódio, mas o sabor da vitória era algo que ainda desconhecia. Um triunfo que foi determinante para a conquista do título de Campeão do Mundo, logo no segundo ano da sua carreira.

A primeira vitória de Hannes Arch aconteceu em Budapeste

2009

A corrida deste ano trouxe ao norte-americano Michael Goulian a primeira vitória da sua carreira, um dos pontos altos da sua carreira e certamente um motivo de orgulho quando voltar a Budapeste no próximo mês. Bonhomme foi segundo e Chambliss terceiro.

Goulian também venceu a primeira corrida da sua carreira em Budapeste

2010

Embora constasse do calendário, a corrida acabou por ser anulada.

2015

Depois de uma pausa de três anos (até 2014), a Red Bull Air Race World Championship regressou a Budapeste em 2015. Hannes Arch venceu, Paul Bonhomme foi segundo e Martin Sonka terceiro. Esta seria a última vez que Paul Bonhomme pisaria o pódio em Budapeste. Apesar de uma carreira brilhante com três títulos de Campeão do Mundo e 19 vitórias, o piloto britânico nunca venceu em Budapeste.

Arch conquistou a sua segunda vitória em Budapeste em 2015

2016

Mathias Dolderer venceu em Budapeste no ano passado, numa edição que foi encurtada devido ao mau tempo. Foi a segunda vitória da sua carreira e colocou o piloto alemão no rumo certo para o título...

Dolderer dominou em Budapeste no ano passado

2017

O que irá acontecer no fim-de-semana de 01-02 de julho? Vamos ter de esperar para ver. Não percas a oportunidade de acompanhar a corrida, bilhetes disponíveis AQUI.