Um Muroya mágico venceu em San Diego

Yoshihide foi o mais rápido na Califórnia e Peter Podlunsek foi segundo

Yoshi brilhou em San Diego

Yoshihide Muroya estabeleceu um tempo impressionante na Final 4 de San Diego e alcançou assim a segunda vitória da sua carreira na Red Bull Air Race. A corrida foi cheia de surpresas, sendo certo que a maior foi Peter Podlunsek ter alcançado aqui o primeiro pódio da sua carreira, depois de terminar em segundo lugar.

 

Muroya foi o primeiro a voar na Final 4 e estabeleceu o tempo canhão de 58.529s, que seria sempre difícil de bater. Pelos vistos a sua suavidade e foco valeram a pena.


Matthias Dolderer estava a rodar em segundo com um bom ritmo, mas quando tentou um ângulo muito apertado na Porta 14 acabou por bater num pórtico insuflável e ser assim punido com uma penalização de três segundos. Ainda que este facto o tenha afastado da luta pela vitória, o seu tempo permitiu-lhe ainda assim subir ao terceiro lugar do pódio.


O terceiro a entrar no percurso foi o norte-americano Kirby Chambliss, que contou com o apoio do público local em torno da baía de San Diego. No início Chambliss estava a apenas 0.001s de Muroya, mas na sua segunda passagem um voo demasiado alto na Porta 10 valeu-lhe uma penalização de dois segundos. Terminou aqui a sua possibilidade de vencer a corrida.


O último a entrar no traçado foi Peter Podlunsek, que sentiu certamente a forte tensão de entrar pela primeira vez na vida na Final 4 da Red Bull Air Race. Peter mostrou um voo suave, limpo e sobretudo rápido. Embora tenha ficado longe de Muroya, o facto de ter voado limpo sem penalizações permitiu-lhe chegar a um histórico segundo lugar.


Com duas corridas já realizadas, já vimos seis pilotos diferentes a subir ao pódio. A edição de 2017 da Red Bull Air Race World Championship permanece assim em aberto.

Resultados Master Class Final 4 San Diego 2017

Resultados Finais Master Class San Diego 2017

Ranking Red Bull Air Race World Championship